Crossling para Ceratocone em Curitiba

O Crosslinking para ceratocone é um procedimento médico que revolucionou o tratamento das doenças da córnea em especial das ectasias corneanas , sendo o ceratocone a mais conhecida. Este procedimento tem como principal objetivo tornar a córnea mais resistente, sendo possível evitar a progressão do ceratocone.

São muito satisfatórios os resultados dos pacientes que realizam esta  técnica para tratar o ceratocone. Estudos recentes demonstram que 98% dos pacientes tratados com ceratocone apresentam estabilidade da progressão da doença. No entanto, para que seja possível obter resultados satisfatórios, é necessário que seja realizada a consulta e tratamento com um profissional especialista em ceratocone e que possua experiência e conhecimento profundo, para que os procedimentos necessários sejam realizados de um modo seguro e eficaz. 

Sobre o Crosslinking para ceratocone

Este procedimento é ambulatorial, de forma que não existe a necessidade de uma internação hospitalar, sendo realizado sob anestesia local ( anestesia de colírio) . O paciente não deve se preocupar com a realização de cada etapa deste tratamento, principalmente uma vez que o procedimento é completamente indolor.

Durante a realização do crosslinking  será associado a riboflavina (vitamina B2) à luz ultravioleta, de forma que sejam provocadas novas ligações entre as moléculas de colágeno da córnea, que serão fortalecidas e conseguindo assim estabilizar o grau da doença.

Vários estudos nesta área já foram realizados em todo o planeta, mostrando principalmente que a utilização do procedimento conhecido como Crosslinking para ceratocone   traz resultados extremamente satisfatórios para o paciente que possui a doença, sendo que em muitos casos não só é obtido a estabilização do ceratocone mas também a diminuição da curvatura do ceratocone com melhora da acuidade visual.

Alguns  pacientes podem  sentir um pequeno desconforto na primeira semana após a realização deste procedimento, tendo a sensação leve de  areia nos olhos e fotofobia suave os sintomas mais comuns.  Estes sintomas tendem a desaparecer totalmente já nos primeiros dias.

É possível ainda identificar outras aplicações para o Crosslinking, como por exemplo:

  • Estabilização do ceratocone após o implante do anel de Ferrara;
  • Reforço do ceratocone pré cirurgia refrativa;
  • Cicatrização de úlceras de córnea;
  • Alívio da dor em ceratopatia bolhosa 

Dúvidas frequentes sobre o Crosslinking para ceratocone

O ceratocone é uma doença na córnea e que geralmente  tem  o seu início na adolescência , porém pode ocorrer em qualquer idade.  Com o passar dos anos e a progressão do caso, a córnea pode adquirir um formato de cone, causando desta forma o aumento do grau de astigmatismo e o embaçamento da visão. Para evitar a progressão dos sintomas desta doença, o tratamento de Crosslinking para ceratocone é o mais indicado.

Muitas pessoas tem diversas dúvidas sobre a eficácia e realização deste procedimento e por isso, separamos algumas das principais dúvidas que os pacientes tem, para que você possa adquirir o conhecimento necessário e realizar de forma tranquila o tratamento, evitando assim a progressão contínua da doença.

De forma simples, o que é o Crosslinking para ceratocone?

O Crosslinking para ceratocone é uma opção de tratamento, que tende a ser menos agressivo que o transplante de córnea, e é indicado para evitar a progressão doceratocone. Durante a realização deste procedimento será aumentado a rigidez e a resistência da córnea.

Existe alguma contra indicação?

Caso o paciente possua menos de 400 micra de espessura da córnea ( em alguns casos 350 micra) , o procedimento não deverá ser realizado. No entanto, todas as contra indicações deverão ser analisadas por um médico especialista, durante a realização dos exames pré-operatórios.

Quais os casos em que são apresentados melhores resultados com o Crosslinking para ceratocone?

Quando a doença é diagnosticada em um estágio inicial, pode apresentar melhores resultados após a realização deste procedimento. Por isso, é de grande importância que o paciente obtenha um acompanhamento médico, para que o diagnóstico seja realizado de forma correta, precoce e eficaz.

Existem pré-requisitos para a realização deste tratamento?

Um dos principais pré-requisitos, é a espessura corneana que deverá ser igual ou maior a 400micra, com o objetivo de proporcionar maior segurança para a face interna da córnea. Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é a curvatura da córnea, que deverá ser inferior a 70 dioptrias, não havendo qualquer criatriz corneana.

Para que o seu tratamento seja realizado de forma segura e eficaz, entre em contato com o Dr. Artur Schmitt, especialista em Ceratocone pela Universidade de Miami, Mestre e Doutorando pela UFPR e que hoje atende em um dos mais modernos hospitais de olhos de Curitiba. 

Crosslinking para ceratocone em Curitiba

Dr. Artur Schmitt, médico, Mestre e Doutorado (PhD) pela UFPR, realizou especialização em Ceratocone, Catarata e Cirurgia Refrativa no Bascom Palmer da Universidade de Miami, considerado o melhor hospital de Oftalmologia dos EUA.  O Dr Artur Schmitt foi um dos pioneiros na utilização de Crosslinking , no Paraná, para o tratamento do Ceratocone. Atualmente o Dr Artur Schmitt possui moderno consultório de Oftalmologia localizado em um dos principais centros de referência de ceratocone em Curitiba . Entre em contato com Dr. Artur Schmitt pelo telefone (41)3075.2020 | (41)3075.2018 ou acesse http://arturschmitt.com.br para saber mais.



Deixe uma resposta

Cirurgia de Ceratocone em Curitiba