Procedimentos combinados no tratamento do ceratocone

Procedimentos podem ser combinados para o tratamento de ceratocone em Curitiba

Pacientes que tem ceratocone sentem um grande desconforto ao perceber a piora progressiva na condição visual, isso porque a doença altera a curvatura da córnea, causando aumento do grau de astigmatismo e miopia, afetando atividades importantes como ler, dirigir, praticar esportes entre outros.

A doença afeta pessoas jovens, em idade escolar, geralmente no início da adolescência e pode progredir até a vida adulta, quando geralmente se estabiliza, porém, até estabilizar pode conferir um grau elevado.

Devido ao seu caráter progressivo, é importante o paciente realizar o acompanhamento da doença com um oftalmologista de sua confiança, para propor o tratamento adequado para cada estagio da doença.

Em muitos casos é possível combinar tratamentos para obter resultados mais satisfatórios.

Crosslinking e Anel intraetromal

Muitas pessoas acham que o Crosslinking irá melhorar a visão, mas não é esse seu objetivo, a principal vantagem do procedimento é aumentar a rigidez das fibras da córnea, reduzindo ou impedindo a progressão do ceratocone. Isso é possível porque o procedimento consiste na aplicação da riboflavina (Vitamina D) diretamente na córnea e depois é aplicado uma luz ultra violeta, que irá ocasionar uma redução química, e as fibras da córnea ficaram mais rígidas, mais próximas e mais fortes. Em alguns casos pode até melhorar a visão do paciente, mas não é este seu foco.
Por isso, muitas vezes é indicado combinar o Crosslinking com o implante do Anel intraestromal, este procedimento tem como finalidade melhorar a acuidade visual. Consiste na fixação cirúrgica de uma espécie de anel em volta da córnea, que irá exercer pressão, alterando sua curvatura e corrigindo o grau, melhorando a visão do paciente.

Ainda é possível combinar o Crosslinking com o uso de lentes de contato, gelatinosas, rígidas, esclerais e semiesclerais.



Deixe uma resposta

Cirurgia de Ceratocone em Curitiba