Saiba mais sobre a miopia

Muito se ouve falar sobre miopia, mas você realmente sabe o que isto significa? Quais seus sintomas? O que interfere na visão? O texto de hoje tem como intuito esclarecer todas as suas dúvidas a respeito deste assunto.

A grosso modo, a miopia define-se como um erro de refração que, na visão, incide diretamente na percepção no foco de objetos distantes. Esse diagnóstico é dado apenas por médico especialista e é feito através de exames específicos e, a partir daí, a indicação do tratamento mais adequado de acordo com o grau de evolução desta anomalia.

O que é a miopia?

A miopia é uma das anomalias mais comuns se tratando de glóbulo ocular, ela é um erro de refração que afeta a visão à distância. Tendo sua ocorrência devida ao fato de que a imagem visual não é focada diretamente na retina, mas à frente da mesma.

Dentre os efeitos visuais sentidos por quem tem miopia, destaca-se a sensação de que os objetos distantes ficam embaçados e difíceis de serem visualizados, de acordo com o grau que o problema se encontra.

A miopia pode ser estacionária ou progressiva e, além disso, é justamente o oposto da hipermetropia (nessa o desfoque se dá a objetos próximos e não distantes.) e diferencia-se do astigmatismo, pois nesses casos o desfoque visto pela pessoa atinge todo o campo de visão.

CAUSAS

A miopia é um problema que pode ter origem porque o olho é grande, ou mesmo pelo cristalino ter uma distância focal curta.

Alguns estudos mostraram que a miopia pode ser causada devido a uma sobrecarga do olho em trabalhos realizados muito perto. A miopia aparece também antes dos 20 anos de idade, mas também pode ser herdada geneticamente. Por outro lado, existem pesquisadores que apontam a relação de vários fatores, incluindo os ambientais, como causa desse problema.

SINTOMAS

Dentre os sintomas dessa anomalia pode-se destacar: dificuldade para identificar objetos afastados, assistir a filmes, dirigir automóveis e muito mais. A capacidade visual parece melhorar fechando um pouco os olhos, mas a miopia não corrigida devidamente pode provocar dores de cabeça, lacrimejamento ou tensão ocular.

DIAGNOSTICO

O diagnóstico desta disfunção ocular deve ser dado por um médico oftalmologista, somente ele será capaz de atestar a existência da miopia.

O diagnóstico é dado através de testes de acuidade visual e tonometria. O teste de acuidade visual mede como a pessoa consegue ver em várias distâncias. Na tonometria, um instrumento mede a pressão dentro do olho.

TRATAMENTO

Após o diagnóstico de miopia, o oftalmologista irá prescrever o tratamento e, geralmente, esse processo torna, o paciente depende de recursos ópticos para corrigir esse erro de refração.

Geralmente, são receitados óculos de grau ou adaptadas lentes de contato para compensar o erro de refração. Nos últimos anos, a cirurgia refrativa para miopia tem sido bem-sucedida e comprovada, no entanto, deve ser devidamente analisado cada caso antes de se fazer a intervenção. As principais técnicas são: Lasik, PRK, RK ou anéis intracorneais. Todas visam alterar a curvatura da córnea, tornando-a mais esférica e, desta forma, corrigindo a miopia.

É importante destacar que o presente texto em nenhum momento tem caráter prescritivo, caso haja a percepção de alguma alteração na visão é extremamente importante que se procure ajuda médica especializada.

DIAGNOSTICO DE MIOPIA EM CURITIBA

Para saber mais sobre os tratamentos para esse problema, agende uma avaliação com o Dr Artur Schmitt, Mestre e Doutorado (PhD) pela UFPR e especialista em Cirurgia Refrativa pelo Bascom Palmer Eye Institute da Universidade de Miami, eleito nos últimos 12 anos o melhor hospital de olhos dos EUA. O Dr Artur Schmitt realiza seus atendimentos em moderno consultório oftalmológico em Curitiba. Para saber mais acesse WWW.arturschmitt.com.br ou ligue para  41 30752018 ou 41 30752020



Deixe uma resposta

Cirurgia de Ceratocone em Curitiba