Sobre a Córnea e Ceratocone

O ceratocone é uma doença que está se tornando cada vez mais comum, e é caracterizada pela deformação da córnea, que é a estrutura transparente que reveste a parte anterior do olho, de forma que causa o afinamento e tortuosidade da córnea deixando com um formado semelhante a um cone.

Não existem formas de prevenir esta doença uma vez que é uma patologia hereditária. Quando é identificado um histórico familiar de ceratocone é importante alertar e orientar os familiares, quanto à possibilidade da existência desta doença, mesmo sem o aparecimento de qualquer sintoma. 

Sobre a ceratocone

Esta doença é degenerativa e progressiva e ocorre na córnea, geralmente em 1 a cada 2mil pessoas, estando associada a baixa de visão, que pode estar relacionada na maior parte dos casos com a alta da miopia e/ou astigmatismo. A principal característica desta doença está no aumento da curvatura corneana associado ao afinamento da córnea e em casos mais avançados, à formação de cicatrizes.

Existem algumas fases desta doença que poderão ser acompanhadas, de forma que o paciente possa procurar o tratamento mais adequado para cada fase. Confira:

  1. Fase do ceratocone incipiente. Pode ser diagnosticada a partir de uma topografia ou tomografia de córnea, apresentando um astigmatismo com maior curvatura na parte periférica. Esta primeira fase não chega a causar a distorção em sua região central.
  2. Na segunda fase os óculos já não corrigem o problema do paciente. Nesta fase ocorre ainda o aumento do grau do astigmatismo, além do afinamento e saliência da córnea.
  3. Na terceira fase a córnea pode ser vista proeminente, saliente, e irregular. Como consequência desta característica que pode comprometer a visão, a lente de contato começa então a provocar atritos na córnea. Podendo existir inclusive a necessidade de que o paciente se adapte a utilizar uma lente gelatinosa por baixo, com o objetivo de proteger a córnea e outra lente rígida por cima, para que seja possível corrigir o grau. Este procedimento pode ser conhecido como piggy-back. O paciente também pode se beneficiar do implante de anel intra corneano  ou anel intra estromal, sendo o anel de Ferrara comumente utilizado.
  4. Na quarta fase a lente já não é mais utilizada, pois não fica estável no olho, e a córnea pode se tornar opaca tornando a visão deficiente. Nesta última fase com elevado grau de comprometimento da visão, o transplante de córnea é o procedimento mais indicado.

Para saber mais sobre a doença. Clique aqui 

Sintomas da ceratocone

Os primeiros sintomas que podem  ser identificados  são geralmente associados a visão embaçada, onde em um primeiro momento aparenta ser um quadro de astigmatismo. Quando o médico suspeita que a doença seja o ceratocone, é solicitado uma tomografia corneada, sendo este o exame que poderá diagnosticar a doença, em uma fase inicial.

Existem pacientes que podem relatar alguns sintomas comuns como: a visão borrada, troca constante do grau dos óculos, imagens fantasmas e até mesmo o aumento da sensibilidade à luz. Quando uma pessoa indica estes relatos, é importante buscar auxílio médico de forma imediata, para que sejam realizados os principais exames com o objetivo de diagnosticar a doença. O diagnóstico definitivo pode ser realizado com base nas características clínicas do paciente e com exames objetivos como a paquimetria ultrassônica, tomografia e topografia corneana, OCT de segmento anterior, etc.

Se você está com algum dos sintomas que foram citados, ou conhece alguém que apresente estas características e sintomas, busque um médico especializado nesta doença, para que sejam realizados os exames necessários e identificado de forma correta o diagnóstico.

Cirurgia para os olhos em Curitiba

Dr. Artur Schmitt, médico formado na Universidade Federal do Paraná com residência médica em oftalmologia na Universidade Federal do Paraná. Possui especialidade em Catarata, Cirurgias Refrativas e Córnea e Ceratocone. Para realizar uma cirurgia eficaz que irá trazer apenas benefícios para a sua saúde, entre em contato com Dr. Artur Schmitt pelo telefone (41)3075.2020 | (41)3075.2018 ou acesse http://arturschmitt.com.br para saber mais.



Deixe uma resposta

Cirurgia de Ceratocone em Curitiba