cirurgia de catarata: preço, tratamento, diagnóstico, causas e sintomas
  • 0

A visão é um dos principais sentidos que temos. Alguns estudos apontam que mais de 50% da nossa interação com o meio é realizada através da nossa visão. Dentre as condições que causam a cegueira, a catarata é considerada a principal causa no Mundo, respondendo por metade dos casos relatados.

Catarata é o nome que damos quando o Cristalino, a lente natural do olho, torna-se opaco, que pode ser causado por diversas questões como veremos adiante, ocorrendo mais frequentemente como um fator natural da idade: o envelhecimento do olho humano.

A catarata começa a dar seus primeiros sinais depois dos 50 ou 55 anos de idade, em alguns casos os primeiros sintomas surgem somente depois dos 60 anos, com uma expectativa de vida cada vez maior é muito relevante, viver os anos com uma visão de qualidade.

A expectativa de vida do brasileiro vem crescendo ano após ano, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o brasileiro pode viver em média 76 anos. Uma maior expectativa de vida, também pressupõe maiores cuidados com a saúde, sendo a visão um ponto importante.

Tudo o que você precisa saber sobre a catarata

Neste artigo iremos explicar tudo o que você precisa saber sobre a catarata, como: cirurgia, valor da cirurgia, causas, sintomas, entre outros. Neste artigo você irá ler os seguinte tópicos:

    1. Relação da catarata com o cristalino
    2. O que é a catarata
    3. Quais os tipos de catarata
    4. Quais os sintomas da catarata?
    5. Causas secundárias para o surgimento da catarata
    6. Cirurgia de Catarata
      1. Pós operatório da cirurgia de catarata
      2. Qual o tipo de anestesia utilizada na cirurgia de catarata?
    7. A catarata pode voltar depois da cirurgia?
    8. Entenda as lentes intraoculares para cirurgia de catarata
      1. Como identificar qual a lente intraocular mais adequada?
      2. Entendendo melhor as Lentes Trifocais
    9. Tenho Ceratocone, posso fazer cirurgia de catarata?
    10. É possível tratar catarata apenas usando óculos?
    11. Quanto custa uma cirurgia de catarata?
    12. Qual a melhor idade para realizar a cirurgia de catarata?
    13. Facoemulsificação
    14. Catarata e presbiopia
    15. Planejamento cirúrgico para a catarata
    16. Cirurgia de catarata em Curitiba

Relação da catarata com o cristalino

O olho humano é composto de diversas partes, uma delas é o cristalino, que fica alojado atrás da córnea. É uma espécie de lente natural dos olhos e sua principal função é a refração da luz, que é a mudança de estado da onda de luz, reduzindo seu comprimento e focando no fundo do olho, onde a imagem será captada.

O processo de refração é fundamental para uma visão nítida e clara. Se a luz refratada no fundo do olho estiver difusa a imagem ficará borrada e nossa visão será prejudicada.

É no cristalino que a catarata atua. Com o tempo o cristalino vai ficando opaco e esbranquiçado, o que resulta na modificação de sua funcionalidade, alterando as propriedades de onda de luz que são refletidas no fundo olho, a visão fica embaçada, perde brilho, cor, contraste e, aos poucos, o paciente vai deixando de enxergar.

Dr Artur Schmitt, médico especialista em cirurgia de catarata explica que a catarata não é exatamente uma doença, mas uma condição natural do envelhecimento, que praticamente todos iremos enfrentar, o diagnóstico costuma ser feito entre 50 e 60 anos de idade. Quanto mais avançada a idade, mais a prevalência da catarata. Confira o vídeo do médico abaixo com maiores informações.

O médico ainda explica que entre 60 e 69 anos, 42% das pessoas podem desenvolver catarata, a partir dos 70 anos esse número pode chegar a quase 70%.

O único tratamento para a catarata é a cirurgia. Atualmente a cirurgia de catarata é um procedimento rápido: o tempo total da cirurgia é de aproximadamente 5 a 15 minutos.

Na cirurgia de catarata fazemos a substituição do cristalino opaco ( catarata) por uma lente intraocular personalizada . Com o implante da lente intraocular podemos, na maioria dos paciente, eliminar a necessidade do uso do óculos após a cirurgia.

Existem vários tipos de catarata, sendo que a causa mais comum é o próprio envelhecimento, ou seja, a catarata senil.

Neste caso a perda progressiva da visão associada ao envelhecimento, tem um impacto significativo na vida do paciente, que tem sua qualidade de vida reduzida, perdendo mobilidade, independência e muito mais.

O que é a catarata

A catarata é uma condição em que  o cristalino, a lente natural do olho, perde a sua transparência, se tornando opaco, causando a perda progressivo da visão, e em casos mais avançados podendo evoluir para a cegueira.

O olho é composto de várias partes, uma delas é o CRISTALINO, uma espécie de lente natural, que tem como função auxiliar no efeito de refração, na qual a luz refletida pelos objetos muda de direção e atinge a retina, onde será transformada em impulsos elétricos, que são enviados para o cérebro decodificar e compreender.

A Catarata é o termo utilizado quando ocorre a opacificação (esbranquiçamento) do cristalino do olho, que é a lente natural da parte interna do olho. Geralmente a catarata ocorre na terceira idade, como um processo natural do envelhecimento do olho, porém pode ocorrer em qualquer fase da vida.

Quais os tipos de catarata

A catarata mais comum é a senil, causada pela idade, porém, a opacificação do cristalino pode ocorrer em outras idades, provocadas por outros fatores. Confira abaixo:

CATARATA CONGÊNITA: É quando a catarata é manifestada já no nascimento, decorrente de anomalias cromossômicas, doenças metabólicas, infecção intrauterinas ou outras doenças como rubéola, contraída pela mãe durante a gestação. Também pode ser uma anomalia familiar isolada, que é herdada de maneira autossômica. Nestes casos o bebe precisa receber tratamento oftalmológico especial desde os primeiros dias do nascimento.

CATARATA TRAUMÁTICA: Este tipo de catarata surge devido a acidentes ou quedas, nestes casos, após um evento traumático, o paciente pode apresentar a opacidade no cristalino, devido ao próprio trauma que a região sofreu. Nem sempre a catarata traumática decorre de uma batida, mas casos como choque elétrico, variação de temperatura entre outros, podem provocar uma reação no cristalino, que resulta em sua opacificação.

CATARATA SECUNDÁRIA: Alguns fatores podem antecipar ou ocasionar o aparecimento da catarata, que pode acontecer com pacientes com glaucoma, tumores oculares, descolamento de retina entre outros. Algumas doenças como diabetes e o uso de corticoides também podem influenciar na opacificação do cristalino.

CATARATA SENIL: É o tipo mais comum da catarata, e está diretamente relacionada com o avanço da idade, que afeta o cristalino, deixando o mais opaco. Seu surgimento costuma ocorrer depois dos 60 anos de idade, e se agrava com o tempo, prejudicando a qualidade de vida do paciente.

Quais os sintomas da catarata?

Os principais sintomas são:

  • Troca constante de óculos sem melhora da visão
  • Visão embaçada
  • Visão turva
  • Visão sem nitidez
  • Visão dupla
  • Dificuldade em atividades diárias como dirigir, ler, caminhar
  • Visão com brilho de lâmpadas ou sol
  • Baixa qualidade da visão

Causas secundárias para o surgimento da catarata

A catarata pode ser acelerada por outras situações como:

  • Ser portador de diabetes tipo 1 ou 2;
  • Uso frequente e prolongado de medicamentos com corticoides;
  • Tabagismo;
  • Alcoolismo;
  • Sedentarismo;
  • Doenças renais;
  • Traumas podem provocar catarata;
  • Fatores nutricionais como ingestão deficitária de nutrientes importantes para o organismo;
  • Entre outros.

Cirurgia de Catarata

Atualmente o único tratamento da catarata é por meio cirúrgico. A cirurgia da catarata é um procedimento muito rápido e indolor.

Durante o procedimento, usando microscópios de alta resolução, através de uma microincisão de somente 2 milímetros, realizamos a microfragmentação ultrassônica e a aspiração computadorizada da catarata.

Após a aspiração da catarata, o cristalino é substituído por uma lente intraocular personalizada, que irá ocupar o lugar do cristalino opaco afetado pela doença, podendo eliminar inclusive a necessidade do paciente usar óculos.

Com a aplicação dessa técnica, não são feitas suturas, oferecendo uma recuperação mais rápida e confortável.

A cirurgia é rápida e eficaz. Dr. Artur Schmitt tem um tempo médio de cirurgia de apenas 5 a 10 minutos. Não há necessidade de internação. Muitos pacientes vem de outras cidades e estados para operar, e estes estarão liberados para viajar logo após o procedimento, se assim desejarem.

No vídeo abaixo, Dr. Artur Schmitt explica mais detalhes sobre o procedimento.

Pós operatório da cirurgia de catarata

Após a cirurgia, o paciente poderá voltar para casa, onde deverá realizar nos primeiros dias um leve repouso, evitando atividades físicas como exercícios, mas poderá caminhar, tomar banho e alimentar-se normalmente.

Também poderá ser colocado um pequeno curativo no olho do paciente logo após a operação de catarata, que é retirado no dia seguinte.

Qual o tipo de anestesia utilizada na cirurgia de catarata?

A cirurgia geral não costuma ser utilizada, pois o procedimento é indolor e muito rápido. No geral, utilizamos colírios anestésicos para eliminar qualquer desconforto.

A anestesia geral somente é utilizada em casos muito específicos e raros, como por exemplo a cirurgia de catarata em crianças.

A catarata pode voltar depois da cirurgia?

Uma vez que o cristalino tenha sido removido, e substituído pela lente intraocular, não há riscos da catarata voltar.

Isso ocorre pois a lente artificial é feita de um material especial que não embaça e não se deteriora no olho do paciente, os casos de complicação com lentes intraoculares são muito raros, nestes casos, o cirurgião poderá indicar uma lente fabricada com outro tipo de material, que irá solucionar o problema.

Entenda as lentes intraoculares para cirurgia de catarata

Após a remoção da catarata é necessário substituir o cristalino por uma lente artificial, conhecida como lente intraocular (LIO), que irá realizar a mesma função do cristalino.

lentes-intra-oculares-para-catarata-em-curitiba
Lente Intra-Ocular para Cirurgia de Catarata

Existem diversas marcas, modelos e tipos de lentes intraoculares, e neste ponto se encontra algumas vantagens significativas da cirurgia de catarata.

Como os pacientes geralmente tem mais de 50 anos de idade, além da catarata, podem ter outros problemas visuais como a PRESBIOPIA (vista cansada) que prejudica a visão de perto, sendo necessário o uso de óculos, também existem os erros refrativos como MIOPIA, HIPERMETROPIA e ASTIGMATISMO.

O uso das lentes avançadas permite a correção de problemas visuais, que sem a lente necessitariam de óculos ou lentes de contato para correção.

As lentes intraoculares podem ter grau de perto, longe, meia distância ou ainda os três, no caso das lentes trifocais, assim a visão do paciente, além de ficar sem a catarata, pode ser otimizada também para os erros refrativos, podendo reduzir ou eliminar a necessidade dos óculos e trazendo muito mais qualidade de vida do paciente.

Como identificar qual a lente intraocular mais adequada?

Dr. Artur comenta que nos exames pré-operatórios é possível identificar com precisão quais as lentes intraoculares mais indicadas para cada paciente, considerando além de suas características visuais o seu estilo de vida.

Existem muitos modelos de Lente intraocular e a escolha é realizada com base no estilo de vida do paciente e nas características individuais da fisiologia dos seus olhos. Assim, se o paciente deseja ficar mais independente de óculos para praticar atividades mais dinâmicas ou esportivas, o cirurgião poderá realizar uma indicação de lente específica para este estilo de vida.

As lentes intraoculares já existem há muitos anos e o material tem durabilidade muito longa, atingindo toda a expectativa de vida do paciente, não sendo necessário a troca da lente.

Entendendo melhor as Lentes Trifocais

As lentes intraoculares mais avançadas permitem corrigir o grau do paciente, ajudando a eliminar ou reduzir a necessidade do uso de óculos, em pacientes que, além da catarata, possuem algum erro refrativo como miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia (vista cansada).

A lente trifocal é uma tecnologia nova, que permite melhorar a visão de perto, longe e meia distância.

Antes da invenção das lentes trifocais, só existiam as lentes multifocais, que melhoram a visão para perto e longe, mas não oferecem uma qualidade visual para médias distâncias.

Após anos de pesquisas foram desenvolvidas as lentes trifocais, que são construídas com curvaturas diferenciadas, que promovem uma melhor distribuição da luz em várias distâncias, corrigindo a visão para perto, longe e meia distância.

Dr. Artur Schmitt explica que a lente trifocal já é utilizada nos melhores  centros de oftalmologia do Brasil e do Mundo, sendo uma ótima alternativa para pacientes que desejam uma visão boa em todas as distâncias e desejam necessitar menos do uso de óculos.

Tenho Ceratocone, posso fazer cirurgia de catarata?

Sim, é possível realizar o procedimento, e inclusive, a cirurgia de catarata poderá trazer alguns benefícios para alguns pacientes, melhorando o grau do ceratocone.

tratamento-para-ceratocone-em-curitiba-2

A técnica visa melhorar a capacidade visual de maneira segura, rápida e precisa.

É possível tratar catarata apenas usando óculos?

A catarata não pode ser tratada somente com óculos de forma definitiva, pois é uma condição clínica totalmente diferente dos erros refrativos (miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia).

O único tratamento definitivo é a cirurgia que remove o cristalino afetado pela catarata e o substitui por uma lente intraocular, que irá restabelecer a visão do paciente.

Quanto custa uma cirurgia de catarata?

É vedado ao médico fornecer valores para o paciente antes de uma consulta para diagnóstico do estado do paciente.

O preço da cirurgia de catarata pode variar sobretudo pela escolha das lentes intraoculares, a experiência do cirurgião oftalmologista, custos envolvidos para a cirurgia e outros fatores.

Nesse sentido é importante considerar que a cirurgia irá impactar a vida nos próximos 30, 40, 50 anos. Por isso é salutar certificar-se de realizar um procedimento que vai atender a expectativa num período de tempo mais longo, com uma lente intraocular adequada e com um cirurgião com experiência.

Qual a melhor idade para realizar a cirurgia de catarata?

Essa é uma dúvida muito comum dos pacientes. Dr. Artur Schmitt explica que a idade depende do diagnóstico da catarata, atualmente não esperamos a catarata avançar para a cirurgia, podemos fazer o procedimento já nos estágios iniciais, corrigindo e melhorando a visão do paciente, até mesmo eliminando ou reduzindo a necessidade do uso de óculos após a cirurgia.

Outra vantagem de realizar o procedimento nos estágios iniciais é que o cristalino não está muito afetado e a cirurgia é mais rápida e segura para o paciente.

Evidente que os exames pré-operatórios e o diagnóstico são importantes na definição da necessidade ou não da intervenção cirúrgica.

Facoemulsificação

Os primeiros relatados de catarata surgiram o Egito, mas acredita-se que essa condição acompanha os seres humanos desde o início dos tempos, porém, com o aumento da expectativa de vida os casos de catarata vem ficando cada vez mais frequentes.

A cirurgia da catarata é realizada com o facoemulsificador, que tem uma tecnologia amplamente testada, aceita e aprovada em todo o Mundo, sendo o método mais eficiente e seguro há várias décadas.

O procedimento consiste em realizar uma micro incisão na córnea, para ser possível acessar o cristalino, a ponteira do equipamento emita ondas de ultrassom que fragmentam a catarata (cristalino opaco), e ao mesmo tempo promove sua aspiração, os fragmentos são sugados de forma suave e continua, até que todo o cristalino seja removido.

Pela mesma incisão que entrou a ponteira do facoemulsificador, será inserida a lente intraocular, que irá substituir o cristalino, de forma natural e praticamente imperceptível para o paciente.

Catarata e presbiopia

Segundo dados do IBGE, 90% das pessoas entre 45 e 70 anos sofrem com a Presbiopia, ou vista cansada, condição que acontece devido ao desgaste pela idade no cristalino , que é a lente natural do olho. São mais de 60 milhões de pessoas só no Brasil que sofrem com a presbiopia. Esta condição dificulta a visão de objetos de perto, fazendo com que o paciente tenha que afastar o objeto que esta lendo .

tratamento-de-catarata-e-presbiopia-em-curitiba

O cristalino é uma estrutura gelatinosa que se localiza entre a íris e o vítreo, se contraindo para focalizar melhor as imagens, principalmente em objetos e pessoas próximas.

Com o passar do tempo, o músculo ao redor do cristalino começa a perder força e a elasticidade do cristalino é reduzida, o que resulta em uma redução na qualidade da visão e possíveis dores de cabeça, devido ao esforço necessário para focar objetos.

Um tratamento definitivo para corrigir esta condição é possível através de um rápido procedimento cirúrgico, que remove o cristalino e o substitui por uma lente intra-ocular, fazendo com que o paciente volte a enxergar para perto e para longe, sem óculos.

Outro tratamento seria a cirurgia refrativa a laser, onde o laser promove um micro remodelamento da córnea, permitindo que o paciente recupere a visão para perto sem o uso de óculos.

Planejamento cirúrgico para a catarata

A cirurgia é, para o paciente, relativamente simples e muito segura.

Como toda cirurgia é necessário o  planejamento e estudo do caso do paciente, sendo necessário  analisar tanto as características clínicas como comportamentais,  para personalizar a cirurgia para cada paciente.

Por isso os exames pré-operatórios são importantes, bem como conhecer o paciente e sua realidade, para propor o tipo de lente intraocular que irá atender melhor as demandas do paciente em relação a sua qualidade de vida após a cirurgia.

Cirurgia de Catarata em Curitiba

Em Curitiba, o Dr. Artur Schmitt realiza atendimentos, que abordam desde a consulta inicial até a cirurgia e acompanhamento pós cirúrgico da catarata.

como-e-a-catarata-ocular-2

O Dr Artur Schmitt realizou especialização em Cirurgia de Catarata no Bascom Palmer Eye Institute, da Universidade de Miami, nos EUA, eleito nos últimos 16 anos o melhor Hospital de Oftalmologia dos EUA.

Dr. Artur é mestre e doutor (PhD) com tese em Cirurgia de Catarata pela UFPR.

O Dr Artur Schmitt atende seus pacientes em moderna clínica em Curitiba e realiza seus procedimentos em um avançado centro de referência em Oftalmologia.

Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Academia Americana de Oftalmologia.

Agendamento de Consultas:

Para saber mais informações ou agendamento de consultas, ligue para 41 3075-2018 ou 41 3075-2020

Confira as avaliações de Dr. Artur Schmitt.

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar? Clique abaixo para conversar com Dr. Artur via Whatsapp.